O Senado aprovou nesta terça-feira (8), a recondução de Adalberto Tokarski à diretoria da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). No Plenário, 48 senadores deram votos favoráveis ao retorno de Tokarski, enquanto cinco foram contrários e um se absteve. Pela manhã, a comissão de serviços de infraestrutura do Senado havia aprovado  a recondução por 15 votos a um. Na sessão na CI, ele apresentou seu currículo e ressaltou as contribuições da trajetória dele para o desenvolvimento do setor aquaviário. Próxima etapa do processo é ratificação do nome pelo presidente Michel Temer e publicação no Diário Oficial. 

Tokarski destacou na comissão o apoio recebido de algumas das principais associações do setor. Em carta enviada a senadores na última segunda-feira (7), ele citou: ABTP (terminais portuários), Abratec (terminais de contêineres) ATP (terminais privados/TUPs), ABTL (terminais líquidos), Abtra (recintos alfandegados), AEB (comércio exterior), Sindopar (operadores portuários do Pará), Fenop (operadores portuários), Fenavega (empresas de navegação marítima, fluvial, lacustre e vias navegáveis), Sindarma (empresas de navegação da Amazônia) e Sindfluvial (empresas de navegação fluvial de Porto Velho), além da comissão de assuntos portuários e marítimos da Câmara Municipal de Santos.

Na sabatina realizada nesta terça-feira, ele acrescentou o apoio das associações que representam os usuários de portos (Usuports) e o Sindiporto Brasil (apoio portuário). Tokarski também registrou manifestação favorável à sua volta demonstrada pela Associação de Servidores da Antaq (Asantaq) em dezembro do ano passado após votação. Ele acrescentou que a carta apresentada pela Asantaq, que representa o corpo funcional da agência, foi lida pelo presidente da comissão de infraestrutura do Senado na sessão anterior.

O paranaense Adalberto Tokarski, que é engenheiro civil, chegou à diretoria da Antaq em maio de 2014. Ele exerceu cargo de diretor-geral da Antaq de julho de 2016 até meados de fevereiro deste ano, quando terminou seu mandato. Na agência, ele também ocupou os cargos de gerente de desenvolvimento e regulação da navegação interior (2006) e de superintendente de navegação interior (2011). Entre 2007 e 2008, ele presidiu o conselho de autoridade portuária dos portos paraenses de Vila do Conde, Belém, Santarém, Outeiro e Miramar. A indicação de Tokarski pelo governo federal foi publicada no último dia 18 de abril. 

Por Danilo Oliveira
(Da Redação)

Matéria atualizada às 21:36 para acréscimo de informações.

Comentários