Os preços do petróleo têm queda expressiva nesta sexta-feira, em meio às preocupações com abrandamento do crescimento econômico, afetando a demanda pelo produto.

Especialistas dizem que os Estados Unidos estão aumentando a pressão sobre a Arábia Saudita e a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para não reduzirem a produção, mas os sauditas já indicaram que devem fazer isso em 6 de dezembro.

"Será politicamente difícil para a Arábia Saudita organizar um corte coordenado na oferta da Opep no encontro de 6 de dezembro em Viena", afirmou Olivier Jakob, analista da Petromatrix.

 

Os investidores estão atentos ainda ao encontro do presidente americano, Donald Trump, e o líder chinês, Xi Jinping, na próxima semana no âmbito da cúpula do G-20, na Argentina. Ambos países adotaram sobretaxas diante da disputa sobre a política de tecnologia e práticas comerciais de Pequim.

Ao redor de 14 horas, o contrato de petróleo tipo WTI para janeiro de 2019 estava a US$ 50,93, com queda de 6,77%, mas já declinou 7%, tocando mínima desde outubro de 2017. O Brent para janeiro de 2019 declinava 6,18%, a US$ 58,73.

Fonte: Folha SP

Comentários


Schottel

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec