O petróleo é negociado no menor nível em mais de um mês após a Arábia Saudita reiterar seu plano de elevar sua produção. O ministro da Energia saudita, Khalid Al-Falih, disse que o maior exportador de petróleo do mundo vai atender a qualquer gargalo na oferta em razão das sanções ao petróleo iraniano. Segundo ele, a Arábia Saudita pode ampliar sua produção entre 1 milhão e 2 milhões de barris por dia no futuro.

Ao redor de 9h20, o contrato do Brent para dezembro cedia US$ 1,80, a US$ 78,03. O WTI para dezembro declinava US$ 1,27, cotado a US$ 68,09.

A promessa de Al-Falih de adequar a oferta foi feita mesmo com a expectativa de aumento nos estoques de petróleo dos Estados UNidos pela quinta semana seguida, a série mais longa desde março de 2017.

 

Fonte: Valor

Comentários


Cash Computadores

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Terra Firma Abratec