A Petrobrás comunicou na segunda-feira, 15, aos seus funcionários que vai lançar um novo modelo de remuneração, apurou o Estadão/Broadcast. Os detalhes do Programa de Remuneração Variável dos Empregados (PRVE) serão divulgados esta semana.

O novo plano estará condicionado a metas de desempenho pré-acordadas, performance da gerência a qual o empregado está vinculado e aos resultados financeiros da companhia.

Em comunicado ao qual o Estadão/Broadcast teve acesso, a estatal informou que dará prosseguimento ao pacote de remuneração e de benefícios mais atrativo que a média do mercado. “O PRVE está em linha com outras iniciativas que temos desenvolvido para aproveitar e estimular o potencial das pessoas, buscando direcioná-lo para a obtenção de melhores resultados para a companhia e para conquistas adicionais para os profissionais”, informou a estatal.

 

Procurada, a Petrobrás confirmou o envio da carta, mas não deu mais detalhes.

Plano original

Quando foi formulado em 2015, o programa previa que as metas financeiras passassem a definir 65% do bônus pago anualmente e distribuição dos cargos, enquanto a relevância da produção cairia de 80% para 10%. Os principais indicadores de eficiência cobrados dos funcionários seriam os de ganhos de geração de caixa (margem Ebitda), fluxo de caixa livre, gerenciamento dos gastos operacionais e desinvestimento, como forma de reduzir as pesadas dívidas da empresa.

Na nota, a empresa destacou ainda as mudanças recentes feitas para os funcionários, como o lançamento do Plano de Carreiras e Remuneração (PCR), com mais de 40 mil adesões voluntárias (86,3% do total de empregados da companhia) e o novo processo de Avanço de Nível e Promoção, que tem o mérito como a base do reconhecimento.

Fonte: Estadão

Comentários


Schottel

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Terra Firma Abratec