A Petrobras prevê recolher R$ 600 bilhões em tributos federais, estaduais e municipais no horizonte do Plano de Negócios e Gestão (PNG) 2019-2023, divulgado nesta quarta-feira (5).

A empresa também prevê investir cerca de R$ 13 bilhões em pesquisa e desenvolvimento e cerca de R$ 6 bilhões em projetos sociais e ambientais em todo país, ao longo dos próximos cinco anos.

“A Petrobras estima que irá gerar com suas atividades produtivas por volta de 450 mil postos de trabalho no país”, destacou a companhia, em nota à imprensa.

 

Segundo o presidente da estatal, Ivan Monteiro, a nova métrica criada no plano, de retorno sobre o capital empregado acima de 11% em 2020, foi determinada “após a superação dos maiores problemas financeiros da companhia, que recupera agora o poder de escolha”.

O executivo acrescentou, na nota, que “garantir a disciplina de capital torna-se fundamental para a sustentabilidade do futuro da companhia”.

Ele acrescentou que a Petrobras “trilhou uma caminhada sólida nos últimos anos, fez uma virada histórica e entregas que mudaram profundamente a empresa. Os indicadores de segurança e dívida melhoraram significativamente, mas os desafios não terminaram. Agora, com as finanças mais equilibradas, a companhia buscará um caminho de rentabilidade sustentável, atenta às mudanças à sua volta”.

Fonte: Valor

Comentários


Cash Computadores



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec