Prévia de parte do projeto Pontal, que deve ser construído na área do antigo Estaleiro Só, na zona sul de Porto Alegre, um parque de 10 mil metros quadrados deve ser inaugurado no local no dia 7 de julho. A previsão da construtora Melnick Even é que o local tenha obras durante 40 meses a partir do início do próximo ano — a conclusão, portanto, seria em 2022. A área destinada ao parque que será aberto no mês que vem é um terço do tamanho do parque público que deve ser entregue à comunidade após a conclusão do empreendimento, que prevê uma torre comercial de 20 andares, com 84 metros de altura. No projeto, apresentado ao mercado imobiliário, imprensa e autoridades em evento na manhã desta terça (12), está previsto um complexo de saúde ligado ao Hospital Moinhos de Vento, um hotel, um shopping center e um centro de convenções na área localizada junto à orla do Guaíba, entre a Fundação Iberê Camargo e o BarraShoppingSul. LEIA MAIS Os relógios de rua atrasaram de novo: licitação fica para o segundo semestreOs relógios de rua atrasaram de novo: licitação fica para o segundo semestre Parque Pontal estreia com mais espaço para ver o pôr do solParque Pontal estreia com mais espaço para ver o pôr do sol Saiba o que prevê o projeto do Pontal, na zona sul de Porto Alegre Saiba o que prevê o projeto do Pontal, na zona sul de Porto Alegre — Esse projeto é uma quebra de paradigmas. São mudanças, e como dói mudar. Ao longo de 20 anos, argumentos para contrários colocados por uma meia dúzia tiveram todo o espaço, mesmo sendo contra o interesse público. Às vezes a gente se perde debatendo tudo o que não interessa para não fazer o que precisa ser feito — disse o prefeito Nelson Marchezan, que definiu o projeto como uma "visão de futuro da cidade". O parque será a principal contrapartida do empreendimento, que aguarda pela licença de instalação da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Smams). Ele contará com três hectares abertos ao público, ocupando 700 metros da orla, entre o Pontal e o Guaíba. O protótipo que deve ser instalado no local nas próximas semanas contará com um deck de madeira, um palco multiuso, bicicletário, quadra de areia e espaço para food trucks. Uma espécie de "prainha" à beira do Guaíba será voltada à prática de esportes náuticos, como stand up paddle. — Chegamos ao entendimento comum de que o parque seja 100% público em uma área privilegiada. Então resolvemos, em vez de um apartamento decorado, montar um protótipo do parque, que as pessoas vão poder experimentar. Vamos antecipar essa vivência — conta o presidente da Melnick Even, Leandro Melnick. Fonte: Zero Hora