O Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, o Instituto de Desenvolvimento e Gestão, o Real Consulado Geral da Noruega no Rio de Janeiro, a Innovation Norway, o AquaRio e a Marinha promovem dois dias de discussões sobre os oceanos. Dias 13 e 14 de novembro, 17 especialistas trarão ao público o que há de mais recente em desenvolvimento sustentável e proteção dos mares, que ocupam 71% da superfície da Terra. O evento acontece na tarde da terça-feira (das 14h às 17h45) e na manhã da quarta (das 9h às 12h45), no Auditório do Museu do Amanhã.

O seminário Oceanos sustentáveis - uma onda de inovação está organizado em quatro temáticas principais: oceano como fonte de alimento; combate ao plástico nos oceanos; biodiversidade e energia. 

"Para a Noruega, o Oceano é uma prioridade fundamental na política externa - nossa Primeira Ministra tem se engajado no cenário global para promover uma economia sustentável dos oceanos através do Painel de Alto Nível para uma Economia do Mar Sustentável. Restam apenas 12 anos até 2030, prazo limite para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O mundo estabeleceu para si uma tarefa ambiciosa. Para alcançar os ODS, precisamos dos oceanos para fornecer mais alimentos, mais empregos e mais energia. Devemos também manter a sua capacidade de equilibrar o clima e apoiar a biodiversidade. Por todas essas razões, devemos administrar melhor nossos oceanos. Atualmente, os oceanos enfrentam ameaças vindas de várias direções, entre elas estão os efeitos das mudanças climáticas, a perda de habitats e biodiversidade, o lixo marinho e a poluição. Isso está minando o potencial dos oceanos. Precisamos urgentemente reduzir essas ameaças e promover uma onda de inovação para um oceano sustentável.  Este seminário traz a oportunidade de compartilhar boas práticas e apresentar soluções que possam nos levar em direção a um relacionamento sustentável com os oceanos do amanhã", diz a Sra. Sissel Hodne Steen, Cônsul Geral - Real Consulado Geral da Noruega.

 

“Neste ano, em que estamos tratando do tema da água, falar sobre os oceanos é também discutir como nos relacionamos com o planeta e respeitamos seus limites, para garantirmos nossa sobrevivência. São a próxima fonte de alimentos; de energia; reduto de biodiversidade. Precisamos reduzir drasticamente os impactos nos mares para garantirmos qualidade de vida para as futuras gerações”, diz Leonardo Menezes, gerente de Conteúdo do Museu do Amanhã.

PROGRAMAÇÃO

Terça-feira, 13/11

14h - Sessão de Abertura

Construindo uma economia sustentável para os oceanos

Vidar Helgesen - Enviado Especial do governo da Noruega 

14h30

O Painel 1 versará sobre produção sustentável de alimentos nos oceanos.

O planeta precisa de oceanos saudáveis, capazes de alimentar uma população crescente. Para isso, a produção de alimentos precisa tornar-se mais sustentável. O painel discutirá medidas concretas a serem tomadas para alcançar oceanos saudáveis e que permitam a exploração sustentável de seus recursos. Na Noruega, a indústria pesqueira teve enormes dificuldades com a pesca excessiva e com perigo de extermínio dos estoques pesqueiros. Agora, a pesca e a aquicultura são indústrias sustentáveis e lucrativas. Per Schive, Diretor Adjunto do Ministério de Clima e Meio Ambiente da Noruega, é especialista em meio ambiente marinho e em gestão de recursos, e trará para o painel perspectivas em como fazer uso sustentável dos recursos marinhos. Entre os palestrantes, também estará Edel Elvevoll, que falará sobre a produção de algas como alimentos para peixes na aquicultura, e como “superfood” para alimentação humana. Além disso, ela falará sobre o papel das algas como “pulmão dos mares”.

16h15

O tema do Painel 2 sobre “Repensando o plástico: salvando nossos oceanos”.

A poluição dos oceanos é uma séria ameaça ao habitat marinho e às comunidades costeiras. Este painel vai mostrar soluções práticas e projetos em andamento no Brasil e na Noruega para lidar com este crescente problema. Martin Moen, da REV Ocean, falará sobre uma tecnologia que mapeia sistematicamente os resíduos plásticos no fundo do oceano. Tora Draegni, da SALT Lofoten, demonstrará como os pescadores locais na Noruega estão envolvidos na limpeza de resíduos plásticos através da “Fishing for Litter” (Pescando por resíduos). Bruno Temer, do Projeto Remolda, se concentra em envolver as comunidades locais na coleta do lixo plástico, transformando-os em negócios lucrativos.

Quarta-feira, 14/11

9h - Sessão de abertura

9h15

O Painel 3 sobre Biodiversidade: Protegendo a vida marinha

A biodiversidade dos oceanos enfrenta enormes pressões. Pesquisadores do Brasil e da Noruega compartilham experiências sobre como proteger a vida marinha. Claudia Erber, do Brasil, chefia um Centro Ambiental no habitat de aves marinhas mais importante da costa da Noruega. Raquel Peixoto vai falar sobre novos métodos para salvar recifes de coral. E Tiago de Carvalho vai falar sobre a Iniciativa BIG 2050, um projeto na Baía de Ilha Grande desenvolvido em cooperação com a Organização para Agricultura e Alimentação da ONU (FAO) e a INEA/RJ.

11h15

O Painel 4 sobre Um oceano de energia sustentável

Os oceanos contêm enormes reservas de energia, tanto em termos de minerais quanto em energia eólica e energia das ondas. Neste painel, os especialistas vão falar sobre as possibilidades que podemos aproveitar para garantir a energia sustentável DO oceano e NO oceano. Balsas movidas a bateria já são uma realidade na Noruega, e cada vez mais embarcações estão sendo equipadas com soluções híbridas. Erik Ianssen representando um cluster de tecnologias marítimas limpas na Noruega e também conectará os pontos ao Rio de Janeiro. O vice-presidente de sustentabilidade da Equinor, Bjørn Otto Sverdrup, explicará por que uma empresa de petróleo está investindo pesado em energia eólica e solar, inclusive no Brasil. E Paal Jahre Nilsen, da Scanship, vai mostrar como a empresa está tornando os cruzeiros mais verdes transformando os resíduo a bordo em combustível para o navio.

Inscrições neste link

Comentários


Schottel

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Terra Firma Abratec