O Irã começou, neste domingo, a vender petróleo a empresas privadas para exportação, como parte de uma estratégia para conter as sanções norte-americanas que entram em vigor em 4 de novembro e tentar conter as principais exportações do país, informou o site de notícias SHANA.

No Irã, o comércio de petróleo bruto é controlado pelo Estado. Antes, as empresas privadas de refino só poderiam comprar petróleo para as exportações de derivados, segundo autoridades.

Do 1 milhão de barris oferecido na bolsa de energia, 280.000 barris foram vendidos a 74,85 dólares cada, acrescentou a SHANA.

 

O Irã disse em julho que iniciaria as vendas de petróleo para empresas privadas como parte de seus esforços para continuar exportando petróleo e que iria tomar outras medidas para conter as sanções depois que os EUA dissessem a aliados que cortem todas as importações de petróleo iraniano a partir de novembro.

A SHANA disse que as vendas de cru deste domingo foram realizadas em incrementos de 35.000 barris, sem nomear os compradores.

Washington reintroduziu sanções contra a negociação de moeda iraniana e setores de metais e automotivo do país em agosto, após a retirada dos EUA de um acordo multinacional de 2015 que levantou sanções em troca de limites para o programa nuclear iraniano. As restrições dos EUA às exportações vitais de petróleo do Irã devem entrar em vigor em 4 de novembro.

Fonte: Reuters

Comentários


Cash Computadores



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Terra Firma Abratec