A japonesa Hitachi está em negociações para comprar parte ou todo o negócio de redes elétricas da ABB, uma divisão que, segundo analistas, pode valer cerca de US$ 13 bilhões. De acordo com pessoas próximas ao assunto, os dois lados têm conversado em sigilo e as negociações estão em um estágio bastante adiantado.

Segundo o Financial Times, essas mesmas fontes, no entanto, alertaram que uma transação não está garantida e não informaram mais detalhes sobre a estrutura do negócio. Uma pessoa disse que a ABB poderia ficar com uma participação minoritária na unidade, que fabrica equipamentos destinados à transmissão de energia elétrica por longas distâncias. Procuradas, as duas empresas não quiseram comentar as informações.

As ações da ABB subiram 1,5% na sexta-feira, para 20,06 francos suíços, após a Reuters informar que a empresa suíça estava negociando com três asiáticos, incluindo a Hitachi e a japonesa Mitsubishi Electric, sobre um acordo para a venda da unidade.

 

Outra pessoa próxima à situação confirmou que pelo menos um conglomerado industrial japonês estava discutindo com a ABB sobre uma grande compra de ativos, mas ressaltou que nada havia sido decidido.

Para a Hitachi, as negociações acontecem no momento em que o grupo tem vendido agressivamente divisões menos lucrativas para investir na expansão de seus principais negócios, que incluem as operações de energia.

A Hitachi, que tem uma joint venture com a ABB para fornecer equipamentos para as redes de energia do Japão, disse que quer aumentar sua receita de soluções de rede em 60%, para 120 bilhões de yenes (US$ 1 bilhão) em três anos.

A ABB ponderou a venda de seu braço de energia dois anos atrás, após pressão da Cevian Capital, o fundo ativista europeu que detém uma participação de 5%. Uma revisão estratégica na época concluiu que era melhor manter a área. Desde então, o desempenho da divisão melhorou.

Fonte: Valor

Comentários


Cash Computadores



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec