O Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) lançou nesta quinta-feira os editais de 12 aeroportos, da Ferrovia Norte-Sul (FNS) e de quatro terminais portuários. De acordo com o governo, os 17 empreendimentos têm leilões previstos para o primeiro trimestre de 2019. O programa prevê arrecadação superior a R$ 4,5 bilhões e investimentos de mais de R$ 6,4 bilhões. Os editais deverão ser publicados amanhã, no “Diário Oficial da União”.

A concessão da Ferrovia Norte-Sul envolve o trecho de 1.537 quilômetros entre Porto Nacional (TO) e Estrela D’Oeste (SP). O valor mínimo de outorga ficou definido em R$ 1,35 bilhão. O contrato terá vigência de 30 anos. A capacidade operacional do trecho deverá chegar a 22,73 milhões de toneladas ao final da concessão, com investimento de R$ 2,7 bilhões.

Em relação aos 12 aeroportos, a oferta será feita em três blocos no Nordeste, no Sudeste e no Centro-Oeste, com valor mínimo de outorga de R$ 2,1 bilhões. Os contratos de concessão, com prazo de 30 anos, exigirão os seguintes investimentos: R$ 2,15 bilhões para o Nordeste, formado por Recife, Maceió, João Pessoa e Campina Grande (PB), Aracaju e Juazeiro do Norte (CE); R$ 770 milhões para o bloco Centro-Oeste, composto por Cuiabá, Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta, todas no Mato Grosso; e R$ 591 milhões para o Sudeste, com os terminais de Vitória e Macaé (RJ).

 

Com o leilão dos portos, o governo deve arrendar quatro terminais: três em Cabedelo (PB) e um em Vitória. Os terminais paraibanos (AI-01, AE-10 e AE-11) envolverão R$ 71,5 milhões em investimentos. O prazo de concessão será de 25 anos, exceto AE-10 que será de 35 anos. Já no terminal capixaba (VIX-30) são estimados R$ 128 milhões em 25 anos.

 Fonte: Valor

 

Comentários


Schottel

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec