Não fossem as vendas para a China, as exportações brasileiras de carne suína estariam gerando resultados ainda mais fracos em 2018. Conforme dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex/Mdic) compilados pela ABPA, entidade que representa produtores e exportadores do Brasil, os embarques para o mercado chinês cresceram 243% nos primeiros dez meses deste ano em relação ao mesmo período de 2017, para 131,1 mil toneladas. Para todos os destinos, caíram 10%, para 530,5 mil toneladas, sobretudo em virtude de barreiras na Rússia que apenas recentemente começaram a ser derrubadas. Outro destaque positivo relacionado à China foi o aumento das exportações para Hong Kong, que se consolidou como principal destino das vendas brasileiras do produto - foi de 8% de janeiro a outubro, para 137 mil toneladas.

Fonte: Valor

Comentários


Schottel

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Terra Firma Abratec