As exportações brasileiras de café aumentaram 13,9% em 2018, totalizando 35,2 milhões de tonelada, informou nesta terça-feira o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé). Os dados incluem café verde, solúvel e torrado e moído.

Ainda que tenha registrado crescimento em volume, a receita cambial no período foi de US$ 5,1 bilhões, retração de 3%. Essa queda reflete a redução de quase 15% no preço médio da saca, que foi de US$ 144,53 no ano passado.

No ano passado país exportou 31,5 milhões de sacas de café verde, alta de 15% ante 2017. Desse total, foram 29 milhões de sacas da variedade arábica, aumento de 7,1%. Na mesma base de comparação, as exportações de café da variedade conilon cresceram mais de oito vezes, para 2,5 milhões de sacas.

 

Os embarques de café industrializado cresceram 5,8% em 2018, para 3,7 milhões de sacas. Foram 3,6 milhões de sacas de café solúvel, alta de 6,1%, e 17,5 mil sacas do produto torrado e moído, recuo de 33,1%.

No mês de dezembro, o Brasil exportou 3,7 milhões de sacas de café, alta de 22,5% e recorde para o mês. A receita cambial no período foi de US$ 509,1 milhões, alta de 1,8%. O preço médio de dezembro foi 137,38 por saca.

“Dezembro registrou boas notícias para a exportação de café. Os volumes apontaram não só uma boa performance no mês, como também para os resultados de fechamento do ano civil. As exportações de 2018 marcam uma recuperação fantástica em relação a 2017, com incremento de quase 14%”, disse o presidente do Cecafé, Nelson Carvalhaes, em relatório.

“As estatísticas mostram que o Brasil manteve sua posição de liderança mundial e tudo indica que em 2019 os resultados serão ainda melhores, com a possibilidade de bater novo recorde”, acrescentou.

Os cafés verdes somaram 3,4 milhões de sacas, alta de 27% ante 2017. Foram exportadas 3,2 milhões de sacas de arábica, incremento de 22,8% na mesma base de comparação e 167,5 mil sacas de conilon, elevação de 260,5%. Já os cafés industrializados representaram 348,7 mil sacas, recuo de 8,6%, sendo 348,3 mil sacas de café solúvel, queda de 8,3% e 353 mil sacas de café torrado e moído, retração de 83,4%.

Fonte: Valor

Comentários

Datamar

Cash Computadores

Assine Portos e Navios



Pesa

ABTP

Envie uma pauta

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Fenavega Abratec

 

Ecobrasil