As exportações de petróleo do Irã caíram ainda mais na primeira semana de outubro, segundo dados de navios-tanque e uma fonte do setor, sofrendo um grande impacto das sanções dos Estados Unidos e desafiando outros produtores da Opep a cobrirem o déficit de oferta.

A república islâmica exportou 1,1 milhão de barris por dia (bpd) de petróleo no período de sete dias, segundo dados do Refinitiv Eikon. Uma fonte da indústria que também acompanha as exportações disse que os embarques de outubro estavam muito abaixo de 1 milhão de bpd.

Isso representa uma queda de pelo menos 2,5 milhões de bpd em relação a abril, antes de o presidente Donald Trump, em maio, retirar os EUA de um acordo nuclear de 2015 com o Irã e restabelecer as sanções. A cifra também marca uma queda adicional de 1,6 milhão de bpd frente a setembro.

 

Os horários dos navios-tanque são geralmente ajustados, e as exportações podem variar semana a semana. Os números do início de outubro levantam sinais, no entanto, de que as exportações iranianas estão caindo mais do que o esperado, pressionando a capacidade da Arábia Saudita, da Rússia e de outros aliados de preencher a lacuna.

“A postura firme do governo americano elevou os riscos de uma perda mais significativa na exportação do Irã do que o previsto anteriormente”, disse Norbert Ruecker, chefe de pesquisa de macro e commodities do banco suíço Julius Baer.

Fonte: Reuters

 

Comentários


Cash Computadores

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec