O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, afirmou nesta quinta-feira que a divisão com Estados e municípios de recursos do leilão do pré-sal é uma discussão para o futuro governo, ao ser questionado se a atual gestão do Ministério da Fazenda concordava com eventual repartição.

Em coletiva de imprensa, ele disse ainda que “fica difícil” discutir algum mecanismo de repartição da cessão onerosa sem antes ter certeza dos valores envolvidos e que ainda não há clareza quanto a esses números.

“Acho que o mais imediato para ajudar todo mundo, seja governo federal ou Estados, é a reforma da Previdência”, afirmou.

 

Fonte: O Globo

Comentários


Cash Computadores

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Terra Firma Abratec