A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) sequer começou a implementar seu novo acordo para reduzir por seis meses a produção, mas os países-membros responsáveis pela maior parte do corte já se comprometem a prolongá-lo ou mesmo intensificá-lo.

Autoridades de Iraque, Kuwait e Emirados Árabes Unidos concordou com a expectativa da Arábia Saudita de que o grupo, juntamente com Rússia e outros produtores que não integram a Opep, estenderá o acordo por mais seis meses.

Fonte: O Globo

Comentários


Cash Computadores

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Envie uma pauta

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Fenavega Abratec