O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou sem restrições a compra pela petroleira francesa Total do negócio de distribuição de combustíveis do Grupo Zema no Brasil, segundo despacho publicado nesta segunda-feira (10) no Diário Oficial da União.

O Grupo Zema pertence à família do governador eleito de Minas, Romeu Zema (Novo).

A Zema Petróleo opera uma rede de 280 postos de serviços e instalações de armazenamento de derivados de petróleo e etanol, principalmente em Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso.

 

Com o negócio, cujo valor não foi revelado, a Total planeja dobrar o número de estações de marca dentro de cinco anos, particularmente no Sudeste e no Centro-Oeste do Brasil, país que também é o segundo maior mercado de biocombustíveis do mundo, destacou a empresa.

O movimento da Total, anunciado no mês passado, se seguiu ao de outras empresas multinacionais no setor de combustíveis.

A holandesa Vitol adquiriu 50% da empresa de distribuição de combustíveis Rodoil, em outubro, e a suíça Glencore levou 78% da Ale Combustíveis, também neste ano.

A Total já opera no país no setor de petróleo. É sócia com 20% de participação na área de Libra, a maior reserva petrolífera do país, em parceria com a Petrobras.

A francesa também tem uma aliança estratégica com a estatal brasileira que incluiu a transferência de 35% dos direitos no campo de Lapa, no pré-sal da bacia de Santos.

Fonte: Folha SP

Comentários

Schottel

Mackay Marine

Oceanpact

Syndarma

ABTP

Abac

Tche Digital

TMSA

Antaq

Abeam

Sobena

Fenavega Abratec

 

Ecobrasil