Após dois anos de produção abaixo da média, os brasileiros elevaram as compras de trigo na Argentina e aliviaram a situação dos produtores do país vizinho, que vêm obtendo boas safras.

Muito dependente do cereal importado, o Brasil teve de buscar 6,82 milhões de toneladas no mercado externo no ano passado para suprir a demanda interna.

O país vizinho foi responsável pelo fornecimento de 5,94 milhões de toneladas desse volume, segundo a Secex (Secretaria de Comércio Exterior).

 

O aumento no volume de compras do Brasil ajudou a desovar a produção da Argentina, que está próxima de 19,5 milhões de toneladas. Há seis anos, a safra argentina ficou abaixo de 10 milhões de toneladas.

Segundo a Secex, o volume de trigo importado da Argentina pelo Brasil, em 2018, foi o maior desde 2006 e rendeu US$ 1,3 bilhão para os vizinhos.

Estimativas do Usda (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) indicam que os argentinos têm pelo menos 14 milhões de toneladas do cereal para exportar nesta safra.

O Brasil será uma válvula de escape para o país. Além de ter como vizinhos um dos principais importadores do cereal no mundo, os argentinos têm alíquota menor do que a dos outros grandes produtores como Estados Unidos, Canadá e Rússia.

A produção mundial do cereal recua para 725 milhões de toneladas nesta safra, devido a uma quebra na Rússia. O consumo será de 740 milhões, segundo a FAO (Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação).

 

Perdas As recentes e excessivas chuvas nas lavouras do Rio Grande Sul trouxeram prejuízos significativos para os produtores em vários municípios do estado, conforme levantamento da Emater/RS-Ascar nas áreas mais afetadas.

Mais afetado O arroz foi a cultura mais atingida. Nos 50 mil hectares mais afetados, as perdas somam 461 mil toneladas, totalizando um prejuízo de R$ 342 milhões para os produtores.

Soja As chuvas também afetaram 275 mil hectares de soja, o que deverá ocasionar redução de 339 mil toneladas na produção. Se concretizado esse volume, as perdas poderão chegar a R$ 435 milhões. Os dados se referem aos 52 municípios do estado.

Milho O excesso de chuva afetou também produtores de milho e de fumo. No primeiro caso, as perdas deverão somar 14 mil toneladas. No caso do fumo, 1.550, concluiu o levantamento.

Mais vinho Entidades brasileiras ligadas ao vinho querem elevar o consumo da bebida no Brasil. Atualmente próximo de dois litros por ano, o patamar é considerado baixo. Vão criar o Pró-Vinho.

Estratégias Essas entidades, que incluem Ibravin, Abras, ABBA e Abrasel (representantes do setor de varejo, de importadores e de distribuidores), vão se reunir regularmente para traçar estratégias de atuação.

Haja frango! Os americanos deverão consumir 1,38 bilhão de asinhas de frango durante o próximo Super Bowl, final da liga profissional de futebol americano, que ocorre em 2 de fevereiro. A aposta é do National Chicken Council.

Fonte: Folha SP

Comentários

Datamar

Schottel

Assine Portos e Navios



Pesa

ABTP

Envie uma pauta

Tche Digital

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Fenavega Abratec

 

Ecobrasil