A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 6,121 bilhões em outubro, o maior valor para o mês na série histórica (iniciada em 1989). De acordo com os dados divulgados nesta quinta-feira pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic), o valor representa um crescimento de 17,9% na comparação com um ano antes.

O valor do mês é resultado de US$ 22,226 bilhões em exportações (aumento de 12,4% contra um ano atrás, considerando a média diária) e US$ 16,105 bilhões em importações (também um avanço de 12,4%, na mesma comparação).

Considerando o acumulado de janeiro a outubro, o superávit da balança comercial foi de US$ 47,721 bilhões. O número representa um recuo de 18,4% na comparação com o mesmo período de um ano antes.

 

Nos dez meses, as exportações chegaram a US$ 199,171 bilhões — um aumento de 8% pela média diária na comparação com o mesmo período de um ano atrás. Já as importações de janeiro a outubro chegaram a US$ 151,45 bilhões (avanço de 20,6% na mesma comparação).

Petróleo e derivados

Já a balança comercial de petróleo e derivados registrou superávit de US$ 8,367 bilhões no acumulado de janeiro a outubro. O número representa um crescimento de 111% na comparação com igual período de um ano antes.

O número apresentado hoje pelo Mdic é resultado de US$ 26,237 bilhões em exportações (avanço de 42%, pela média diária) e de US$ 17,87 bilhões em importações (crescimento de 23%, pela média diária).

Fonte: Valor

Comentários


Schottel



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec