A ABB fornecerá os sistemas integrados de automação e segurança ABB Ability™ para Johan Castberg, o novo campo de petróleo da Statoil, na Noruega. Os serviços e as soluções da ABB ajudarão a reduzir o Capex do projeto de forma significativa. A comunicação, a segurança e o controle integrado serão fundamentais para a operação bem-sucedida do novo campo.

Localizado no mar de Barents, ao norte do Círculo Ártico, o novo campo será desenvolvido com um FPSO (Unidade Flutuante de Produção, Armazenamento e Transferência de petróleo) e uma instalação submarina com 30 poços. O novo campo tem volumes comprovados estimados entre 400 e 600 milhões de barris de petróleo e é o maior projeto de exploração offshore de petróleo do mundo.

A ABB fornecerá os sistemas integrados de automação ABB Ability™ System 800xA e de segurança, incluindo simulação avançada e serviços relacionados para assegurar uma operação segura, confiável e eficiente do FPSO em alto mar. O serviço é avaliado em aproximadamente US$ 25 milhões.

 

Trabalhando estreitamente com a Aker Solutions, a contratante do projeto, a ABB fornecerá a engenharia, a instalação e o comissionamento para a execução do projeto e assegurar que a produção seja conduzida de forma eficiente desde o primeiro dia de operação. 

“Digitalização e os sistemas de automação e segurança avançados são fundamentais para uma operação mais segura, eficiente, confiável e mais ecologicamente amigável de petróleo, gás e instalações químicas”, afirmou Erik Holsten, Diretor Geral de Petróleo, Gás e Produtos Químicos da ABB. “Em conjunto com nossa ampla e avançada experiência em controle de processo e sistemas submarinos e de energia, a execução é simplificada, os custos são reduzidos e as operações em longo prazo são mais seguras e mais eficazes”.

A ABB tem uma vasta experiência em otimização e produção de gás, além de um longo histórico de colaborações bem-sucedidas com a Statoil, em inúmeros projetos ao redor do mundo. As principais instalações de petróleo e gás acima do Círculo Ártico na Noruega utilizam os sistemas de segurança e automação da ABB. Esta experiência, em conjunto com quatro décadas de fornecimento de sistemas de automação e segurança para a indústria, são fatores importantes na obtenção deste projeto.

O campo está programado para entrar em operação em 2022 e terá uma vida útil de produção estimada de 30 anos. As entregas da ABB terão início no final de 2018.

 

Da Redação 

Comentários