O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a venda de ativos da ArcelorMittal no Brasil para a Simec. A decisão está no “Diário Oficial da União” (DOU) desta segunda-feira. O pacote de ativos vendido é uma condição da autoridade antitruste para aprovar a compra da Votorantim Siderurgia pela Arcelor aprovada no início deste ano.

O despacho não especificou o que contém o pacote de ativos, mas o parecer aponta que envolve os mercados de tarugos e vergalhões, entre outros.

Na sessão que aprovou o negócio, o conselheiro João Paulo Resende, que votou contra, apontou que os desinvestimentos da Votorantim envolveriam ativos da Arcelor em Cariacica (ES) e Itaúna (MG), além de duas trefiladeiras, e equivalem a cerca de um terço da Votorantim Siderurgia.

 

Fonte: Valor