A Companhia nacional de Abastecimento (Conab) elevou em 1,5% sua estimativa para a safra brasileira de grãos e fibras em 2017/18, para 229,53 milhões de toneladas. Este volume, se confirmado, será 3,4% inferior ao recorde de 2016/17. 

O ganho entre os meses foi causado pela produtividade maior que o esperado nas lavouras de verão, principalmente de soja. A previsão é de 3.276 quilos por hectare ante 3.225 quilos por hectare anteriormente. Com essa projeção, a colheita do carro-chefe do agronegócio nacional passou a ser prevista em 114,96 milhões de toneladas, 1,71% mais que no mês passado e 0,8% superior à de 2016/17. 

A área total de plantio no país foi recalculada em 61,38 milhões de hectares, ante 61,06 milhões no mês passado e 60,89 milhões de hectares em 2016/17. A produtividade de todos os cultivos ficou em 3.739 quilos por hectare ante 3.702 quilos no mês passado e 3.902 quilos por hectare no recorde da safra passada. 

 

Fonte: Valor