A estatal Pré-Sal Petróleo (PPSA), responsável por representar a União nos contratos de partilha de produção, lançou nesta quinta-feira (8) uma licitação para a contratação de um sistema de gestão de gastos referentes aos contratos de exploração e produção de petróleo.

Em nota enviada à imprensa, a PPSA informou que a realização de um pregão eletrônico para isso está agendado para 6 de março. Poderão participar empresas brasileiras que atuam com tecnologia da informação e que forneçam "software" como um serviço.

Dentre suas atribuições, a PPSA é responsável por efetuar o reconhecimento de custos dos projetos, o que passará a ser realizado pelo novo sistema, denominado Sistema de Gestão de Gastos de Partilha de Produção. A expectativa é de que o projeto esteja operacional no segundo semestre de 2019.

 

Segundo a estatal, as petroleiras operadoras dos contratos de partilha ficarão responsáveis por fazer mensalmente o carregamento de dados no sistema.

"Cada operador terá acesso apenas ao seu projeto... A Pré-Sal Petróleo terá um painel de controle por meio do qual supervisionará o desempenho de cada consórcio, além de calcular os volumes de produção que cabem à União", disse a empresa, na nota enviada.

Só na área de Libra, no pré-sal da Bacia de Santos, que entrou em operação em Teste de Longa Duração, em novembro ano passado, a PPSA identificou mais de 45 linhas de custos, quantidade que tende a crescer com o aumento da operação e a entrada dos novos contratos.

Fonte: G1