A Cosan Indústria e Comércio informou nesta terça-feira que a petroleira Shell exerceu uma opção de venda de suas ações na Comgás, as quais serão compradas pela controladora da companhia, Cosan Limited, de acordo com fato relevante.

Segundo a Cosan, o valor intrínseco da operação junto à petroleira pelos papéis da distribuidora de gás natural é de 1,16 bilhão de reais.

Pelos termos do acordo entre as empresas, a Cosan Limited ficará com 16,77 por cento do capital social total da Comgás e em troca entregará à Shell 4,99 por cento do capital da Cosan.

A Cosan ainda pagará à Shell 208,65 milhões de reais na data do fechamento da operação, além de 214,9 milhões de reais no aniversário de um ano do negócio. Ambos os valores serão convertidos em dólares pela cotação da data de fechamento da transação.

A operação ocorre em conformidade com um contrato de opção celebrado entre a Shell e a Cosan Limited em 2012, disse a Cosan, que ressaltou que a transação só produzirá efeitos após atendidas condições precedentes que incluem a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

“Com a conclusão da operação, o acordo de acionistas celebrado entre a Cosan e a Shell no âmbito da Comgás será extinto”, disse a Cosan no fato relevante.

A empresa disse ainda que sua controladora Cosan Limited ofereceu-lhe a possibilidade de adquirir as ações da Comgás imediatamente após o fechamento da operação com a Shell, por valor correspondente ao preço de exercício, a ser liquidado financeiramente nos mesmos prazos de pagamento acordados junto à petroleira.

“A administração da Cosan examinará a operação e informará ao mercado quando concluir sua análise a esse respeito, o que ocorrerá nos próximos 10 dias”, disse a Cosan no comunicado.

A Comgás é a maior distribuidora de gás natural canalizado do Brasil, com uma rede de mais de 14 mil quilômetros e 1,7 milhão de consumidores, segundo informações do site da companhia.

Fonte: Reuters