Brasmero

Diogo Piloni na TiL

Ex-secretário nacional de portos e transportes aquaviários assumiu cargo de consultor internacional da Terminal Investment Limited. Em uma rede social, Piloni disse sua atuação será exclusiva em mercados fora do Brasil.


Menos de um mês após sua despedida do comando da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários (SNPTA), Diogo Piloni assumiu o cargo de consultor internacional da Terminal Investment Limited. Em uma rede social, Piloni disse que o novo desafio profissional veio após análise e aprovação da comissão de ética pública da presidência da República e que sua atuação será exclusiva em mercados fora do Brasil.

Piloni contou que terá como atribuições buscar novas oportunidades de investimento em terminais gerenciados pela TiL, especialmente em Sines (Portugal), Cidade do Panamá (Panamá), Callao (Peru), Valparaiso (Chile) e Buenos Aires (Argentina). "Muito entusiasmado por atuar junto a um grupo que tem um portfólio de investimentos de cerca de US$ 3 bilhões, apenas na América Latina (exceto Brasil) e em Portugal!", afirmou em seu perfil no LinkedIn.

O ex-secretário de portos acrescentou, na postagem, que sua atuação inclui a análise do marco regulatório aplicável a concessões portuárias na América Latina e Portugal, avaliando os riscos nos atuais contratos de concessão e sugerindo estratégias de melhoria em futuras negociações ou renovações de contratos.

Piloni, que estava à frente da secretaria ligada ao Ministério da Infraestrutura desde o começo do governo Bolsonaro, em janeiro de 2019, apresentou pedido de exoneração, que foi publicado no último dia 24 de maio. Como secretário, Piloni participou de discussões de temas como a desestatização de portos e o BR do Mar (Lei 14.301/2022), além da realização de leilões de arrendamentos portuários. Seu posto na SNPTA foi preenchido desde então pelo ex-diretor geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Mário Povia, que ocupava cargo de diretor de gestão portuária na Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ).

 


Pesa

    AAPA     Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Hidromares

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios