TPC reestrutura CLIA em Simões Filho (BA)

A TPC Logística Inteligente, companhia especializada em operações de logística integrada, trabalha para entregar soluções cada vez mais eficientes aos seus clientes. Por conta disso, a empresa vem realizando uma reestruturação no CLIA (Complexo Logístico Industrial Aduaneiro), localizado em Simões Filhos (BA), Região Metropolitana de Salvador.

As mudanças são resultado do investimento da TPC em novas tecnologias para oferecer serviços personalizados de acordo com a necessidade de cada cliente. Assim, a empresa vem crescendo a cada mês, registrando, hoje, 26% da participação deste mercado. O comércio exterior baiano movimenta uma média de 3.500 contêineres/mês de importação e 16.000 contêineres /mês de exportação, “o que representa US$ 3,72 bilhões acumulados no último trimestre. A Bahia foi responsável por 49,4% do valor total exportado pela Região Nordeste e por 40,8% das importações da região no último trimestre”, conforme balanço publicado pela Fieb do primeiro trimestre de 2019. A reestruturação compreendeu ainda a redução de níveis hierárquicos, um dos passos para facilitar a comunicação, tempo de resposta e otimizar a gestão de clientes.

O Complexo Logístico TPC-SF é composto de um Centro de Distribuição de cargas secas com 14 mil m² e 23 mil posições paletes, conta com serviços de transportes, DEPOT (terminal de contêineres) e Armazém Geral. “Hoje temos um CLIA que é multicliente e que atende às necessidades de empresas de diferentes áreas, como petroquímica, varejo, energia eólica, saúde, telecomunicações, entre outras. O objetivo da TPC é pulverizar ainda mais essa carteira de clientes e nossa modernização já está gerando frutos”, diz Thiago Brandão, Gerente Geral da TPC.

Assim que uma carga chega ao CLIA-TPC, ela passa pelo processo de desembaraço aduaneiro, o qual inclui a nacionalização. Com uma área alfandegada de 90 mil m², a TPC faz um fluxo inteligente dos containers, conforme demanda, deixando as cargas de alto giro mais acessíveis, e as de baixo giro reservadas, atendendo as particularidades de cada cliente.

A TPC também tem como diferencial um Armazém Geral vinculado ao condomínio alfandegário. Isso significa que, a partir do momento que a carga é nacionalizada, os clientes podem optar por fazer a transferência de sua mercadoria da área alfandegada para este armazém sem a necessidade de transporte externo, e de maneira única ou fracionada, com redução de custos.

Até chegar à mão do cliente final, o produto ainda passa pelos processos de armazenagem, recebimento, separação, conferência, etiquetagem, embalagem, montagem e transporte. E tudo isso com o suporte da TPC, que oferece infraestrutura, tecnologia e inteligência para clientes com as mais diversas demandas.

Comunicado corporativo — por TCP

Comentários

 

 

Reportagens da edição 702

Presença a bordo

08 Jul 2019 18:07 Navegação

Empresas pedem manutenção das vagas na formação para não faltar marítimos. Sindicato cobra equilíbrio entre oferta e demanda • O mercado de navegação no Brasil apresenta oferta de marítimos superior à...

Legal Seminar

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Considerado o mais importante mercado “offshore” fora do Mar do Norte, o Brasil também atraiu a atenção de armadores noruegueses em evento paralelo • A primeira apresentação deu uma visão das...

Mercado de gás

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

As oportunidades no setor de gás no Brasil também foram debatidas no evento.  A superintendente de Oléo e Gás do estado do Rio de Janeiro, Cristina Pinho, deu um quadro...

Brasil na Nor-Shipping

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Pela terceira vez o Brasil promove um seminário durante o evento • Se neste ano o clima do evento em geral já era mais leve que nas edições anteriores, no caso...

Cash Computadores

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis

Syndarma

OTC Brasil

Tche Digital

Assine Portos e Navios

Aapa

ABTP

Sobena

Sinaval Abratec