A construção naval de grande porte no Brasil encerrou atividades. A etapa de construção de plataformas próprias de produção se encerrará com a entrega da P-70, para o campo de Atapu, reprogramada para 2020, contrato originalmente do Ecovix-RS transferido para o Cosco, na China. As próximas nove plataformas tipo FPSO do Plano de Negócios da Petrobras serão afretadas de integradores internacionais. Os FPSOs de Mero 1 e Sépia serão afretados da Modec, o FPSO de Buzios 5 será afretado da Exmar. Todos com entrega prevista para 2021. As demais seis plataformas previstas para iniciar operação em 2022 e 2023 também serão licitadas para afretamento no mercado internacional.

Cash Computadores

Mackay Marine

Consulado Geral dos Paises Baixos

Syndarma

ABTP

Abac

Tche Digital

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Fenavega Abratec

 

Ecobrasil