MSC

Artigo - Como a tecnologia está mudando as regras do jogo na logística

No contexto da logística, a eficiência operacional refere-se à capacidade de uma empresa entregar produtos ou serviços aos clientes da maneira mais econômica possível, sem comprometer a qualidade. Contudo, essa eficiência não deve ser vista apenas como uma questão de redução de custos. Buscar a eficiência operacional deve ser entendido como uma abordagem estratégica que, quando implementada corretamente, pode proporcionar uma vantagem competitiva sustentável. A eficiência logística cada vez mais se torna uma vantagem competitiva para as empresas.

Balancear os tipos de transporte na logística é essencial para otimizar custos, tempo de entrega, diminuir o desgaste nas infraestruturas de transporte e reduzir o impacto ambiental. Cada modal tem características específicas que, quando combinadas, oferecem soluções mais eficientes e sustentáveis. Em um país de dimensões continentais como o Brasil, a multimodalidade precisa ser incentivada para aumentar a competitividade da indústria brasileira e impulsionar o crescimento econômico do país.

A navegação costeira, também conhecida como cabotagem, possui hoje baixa participação na matriz de transporte brasileira, com apenas 13% de representatividade, segundo um estudo do Instituto Ilos. Isso pode ser atribuído a diversos fatores, como a falta de investimentos na infraestrutura portuária e também ao pouco conhecimento das empresas sobre as vantagens do uso deste modal.

PUBLICIDADE

MCI


Diante disso, é fundamental promover uma mudança cultural nas companhias que estão acostumadas ao uso do transporte rodoviário, apesar de não ser sempre o modal mais econômico ou ambientalmente adequado. É trazer mais conhecimento ao mercado sobre os benefícios da navegação costeira e oferecer incentivos para as empresas que optarem por utilizar esta alternativa.

É importante ressaltar que todos os setores como indústria, agronegócio, químico, automotivo, construção, entre outros, podem se beneficiar da navegação costeira para o transporte de cargas. Além de ser economicamente mais vantajoso, especialmente para cargas de grande volume ou peso, são mais seguros e geram menos impacto ambiental quando comparado a outros modais, pois emite quatro vezes menos gases de efeito estufa, segundo o Observatório do Clima. E ainda contribui na redução do congestionamento nas rodovias, já que para cada navio transportando carga são dezenas de caminhões fora das estradas em rotas mais longas.

Para oferecer uma logística eficiente, é essencial compreender as necessidades de cada cliente. Antes de iniciar qualquer projeto, é fundamental considerar prazos, tipo de carga, custos, condições de entrega, análise de operação de embarque e desembarque de carga no contêiner, conhecida como ova e desova, sazonalidade e possíveis sinergias com outros modais.
Além disso, o uso de tecnologia para rastreamento em tempo real e a implementação de soluções logísticas integradas são aspectos chave para garantir a eficácia e a adaptabilidade dos serviços.

Atualmente, há softwares de planejamento de carga que permitem a maximização do espaço disponível em cada contêiner. Essas ferramentas avaliam o melhor arranjo de carga, considerando peso, dimensões e a compatibilidade entre diferentes tipos de mercadorias, resultando em uma eficiência operacional aprimorada e redução de custos de transporte.

Para otimizar rotas, um exemplo do que fazemos é a integração de dados e tecnologias avançadas em nossa torre de controle, que permite uma coordenação eficiente entre os transportes marítimo e terrestre, considerando todos os detalhes operacionais para assegurar um fluxo contínuo de operações. Essa abordagem não apenas melhora a experiência do cliente, garantindo entregas mais rápidas e redução de custos, como também eleva a eficiência logística por meio de um planejamento detalhado e adaptável.

Todos esses pontos levantados representam oportunidades para o crescimento da cabotagem, para que transporte cada vez mais mercadorias, contribuindo como agente ativo na construção de um desenvolvimento econômico sustentável para o país.

AutorFabian Lavaselli é diretor Comercial e de Atendimento ao Cliente da Norcoast

 

 

 

 

 

 



      GHT    Antaq
       

 

 

Anuncie PN

 

  Pesa   Assine Portos e Navios
       
       

© Portos e Navios. Todos os direitos reservados. Editora Quebra-Mar Ltda.
Rua Leandro Martins, 10/6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20080-070 - Tel. +55 21 2283-1407
Diretores - Marcos Godoy Perez e Rosângela Vieira