Navalshore

Artigo - A logística e as exportações de granito

O ano de 2021 foi marcado por seguidos recordes de movimentação de cargas no Porto do Pecém. Ao todo, o terminal movimentou 22,4 milhões de toneladas, superando pela primeira vez a marca de 20 milhões de toneladas em um mesmo ano. E na esteira desse crescimento o setor de rochas ornamentais registrou o maior volume já exportado, com um aumento de 50% em relação a 2020.

Esse resultado pode ser atribuído ao crescimento da demanda e aos investimentos em infraestrutura logística. Se por um lado, o aquecimento do setor da construção civil mundial alavancou as vendas de mármore e granito, por outro lado o Ceará estava preparado para realizar essas operações. Ao mesmo tempo em que a exploração de novas minas pressionou o desenvolvimento do setor logístico, foram os investimentos neste setor que permitiram ao Ceará escoar essas rochas em volumes recordes.

O Pecém hoje é referência nacional no embarque de rochas ornamentais. As mineradoras do Nordeste que, até pouco tempo atrás precisavam recorrer ao modal rodoviário para exportar essas cargas via Espírito Santo, hoje podem realizar essa operação pelo Porto do Pecém, o que resultou em redução de custos para as empresas. Além disso, a localização privilegiada do porto permite que mineradoras do Ceará e de estados vizinhos possam enviar mais rapidamente mármore e granito à Europa e aos Estados Unidos.

PUBLICIDADE

Incatep


O desenvolvimento do setor logístico do Ceará, em particular no Complexo Portuário do Pecém, tem contribuído de forma importante para a economia do estado. Ano após ano, o porto vem diversificando suas atividades, enviando diferentes cargas aos mais variados países. Além do minério de ferro e das placas de aço, o Porto do Pecém vem se especializando cada vez mais na exportação de pás eólicas, de blocos de rochas para Europa e de granito laminado para os Estados Unidos.

Estamos vendo o Porto do Pecém fazendo um grande trabalho para diversificar suas cargas, atendendo novas demandas não apenas do Ceará mas de todo o Nordeste. São novos negócios e novos clientes que estão surgindo. E são novas oportunidades oportunidades que estão fazendo o porto crescer no segmento de cargas gerais.

Carlos Alberto NunesCarlos Alberto Nunes é gerente comercial da Tecer Terminais


    GHT     Jan de Nul     Antaq
             

Hidromares

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios