Great Ocean

A transformação nos portos

Na agenda para fevereiro, o acompanhamento da vigorosa manifestação dos portos brasileiros informando sua preparação para melhor atender à demanda no transporte marítimo da carga em contêineres na costa brasileira. A percepção é da nova importância nessa categoria da atividade portuária. Estatísticas da Antaq sobre o primeiro semestre de 2019 identificam redução na movimentação de minério de ferro e soja e expansão na movimentação de contêineres, petróleo e combustíveis. O minério de ferro, petróleo e combustíveis são as principais cargas dos terminais privativos. Já os contêineres são cargas dos portos públicos, principalmente por meio de concessão a operadores privados de pátios e cais especializados. É nessa modalidade onde o desafio da competitividade portuária é essencial, contribuindo para a redução de custos da exportação e importação de manufaturados e da movimentação ao longo da costa brasileira.

Registre-se para ler mais...